This project is read-only.
Instruções para os SlaveNodes

1. Pare qualquer Firewall que esteja rodando (iptables, firestarter, etc) ou tenha certeza que ele não esteja bloqueando qualquer tráfego do NFS ou do SSH.

2. Vá até a pasta .ssh onde deve ter o arquivo id_rsa.pub e execute o comando:

cat id_rsa.pub >> autorized_keys

Este comando copiará todo o conteúdo do id_rsa.pub para o fim do arquivo authorized_keys, e caso ele não exista, irá criá-lo. Com isso você dá autorização para que o HeadNode acesse esta máquina por SSH sem a necessidade de senha.

3. Instale o Matlab e lembre-se da pasta em que foi instalado.

4. Crie uma pasta onde será montada a pasta compartilhada por NFS.

5. Como root abra o arquivo /etc/fstab e inclua a linha:

IP_HEADNODE:PASTA_COMP_HEADNODE PASTA_MONTAGEM nfs rw 0 0

com as devidas substituições. As pastas devem ser detalhadas com caminho completo. No nosso caso a linha ficou assim:

192.168.0.6:/home/kurumin/pasta_matlab_nfs /home/kurumin/pasta_matlab_nfs nfs rw 0 0

Tanto no HeadNode quanto no SlaveNode foi usado o Kurumin.

6. Agora, um nivel acima da pasta NFS digite o comando para montar a pasta NFS:

mount -o acdirmin=0.1, rw,sync,hard,intr,rsize=8192,wsize=8192,nfsvers=2,udp PASTA_NFS

Se não houver erros é porque a pasta deve ter sido montada corretamente. Abra a pasta e veja se os arquivos aparecem. Se aparecerem tente criar uma pasta nova para verificar se você tem permissão de escrita. Se conseguir então a pasta esta configurada corretamente.

7. Agora com a pasta do MatlabMPI disponível, execute o passo 5 e o passo 10 das Instruções para o HeadNode.

Com estes passos seu HeadNode e seus SlaveNodes estarão configurados. Para testá-los abra o Matlab no HeadNode e coloque na pasta compartilhada ou uma de suas subpastas e execute o comando:

eval(MPI_Run('xbasic', N,{'localhost:PASTA_NFS', 'IP_SLAVE_NODE_1:PASTA_NFS', IP_SLAVE_NODE_2:PASTA_NFS',..., 'IP_SLAVE_NODE_N:PASTA_NFS'}) );

Onde N é o número de SlaveNodes que você possui e PASTA_NFS nos SlaveNodes é a pasta onde foi montada a pasta NFS do HeadNode. Pode ser diferente em cada SlaveNode.

Fique de olho nos processos dos SlaveNodes. Deve aparecer um processo MATLAB usando bastante processamento por um período curto de tempo. Isso em TODOS os SlaveNodes colocados no comando. Caso algum SlaveNode não tenha executado sua tarefa, verifique no Matlab o comando que foi gerado para ele e teste na linha de comando. Veja os erros que são gerados e tente corrigi-los. No nosso caso tivemos um problema de permissão.

Após finalizado o comando o Matlab gera um arquivo xbasic.out na pasta MallabMPI criada na pasta NFS. Abra o arquivo e veja se aparece escrito SUCCESS. Se aparecer é porque o comando funcionou.

Após a execução de um comando pelo MatlabMPI é preciso apagar a pasta criada para executar outro comando. O comando para isso é:

MatMPI_Delete_all

Last edited Nov 23, 2006 at 2:35 PM by cesarbrod, version 2

Comments

No comments yet.