This project is read-only.
Em novembro de 2005 fui convidado pelo Roberto Prado da Microsoft à fazer uma palestra sobre o modelo de negócios de software livre na sede da empresa em São Paulo. A palestra era para um grupo de parceiros da Microsoft e deveria durar cerca de uma hora. Durou mais do que duas e acabou rendendo muitos outros papos.

Em abril deste ano, à convite do Infomedia TV, eu e alguns desenvolvedores e administradores da Solis participamos no Fórum Internacional de Software Livre de uma série de conversas e debates com profissionais da Microsoft sobre interoperabilidade, abertura de código e convivência de modelos. Logo no mês seguinte conheci na LinuxWorld em São Paulo o Bill Hilf, responsável pela estratégia de plataforma da Microsoft e coordenador do laboratório de Open Source da empresa. Na ocasião, tive a oportunidade também de apresentar o Bill Hilf ao Jon Maddog Hall, presidente da Linux International.

Eu já vinha acompanhando as ações da Microsoft com código-aberto desde a iniciativa Shared Source e especialmente após a contratação do Bill Hilf há um pouco mais de dois anos, uma vez que ele já trabalhava com Linux na IBM. Na verdade, não escondi que sentia um certo "gosto de vitória" ao ver uma empresa do tamanho da Microsoft acabar alinhando sua estratégia em função do avanço do software livre e de código aberto no mercado. O encontro de Bill Hilf com Maddog foi emblemático ao personificar o diálogo entre dois mundos, à princípio, conflitantes.

Na evolução das conversas com a Microsoft acabou surgindo a idéia de termos aqui no Brasil um "laboratório de interoperabilidade", que servisse ao mesmo tempo para uma mostra do que a Microsoft produz em código aberto e para criar guias práticos que ilustrassem questões de interoperabilidade. Assim surgiu este nosso núcleo de desenvolvimento Open Source. Inicialmente estaremos trabalhando com a criação de um "handbook" sobre Active Directory e OpenLdap, com instruções e exemplos de como usar estes serviços na integração entre Linux e Windows. Também estaremos trabalhando com "cases" e exemplos que envolvam formatos abertos para documentos e ambientes de clusters de alta performance compostos de máquinas Windows e Linux. O uso da tecnologia no apoio à educação será outro tema que trabalharemos aqui.

Nossa expectativa é explorar ao máximo o que existe de código-aberto na Microsoft e expor isto para a comunidade. Faremos isto através de registros públicos de nossas atividades através de documentos, blogs e especialmente através da liberação de todo e qualquer código desenvolvido por este núcleo.

Last edited Aug 15, 2006 at 7:25 PM by cesarbrod, version 1

Comments

No comments yet.